terça-feira, 31 de março de 2009

sábado, 21 de março de 2009

Roupa de Boneca para a Boneca do Teatro Mágico!










































































































































































































































































































































































































































Bia Gasparotti
(Bailarina)











O Teatro Mágico
" Roupa de Boneca para uma Boneca"

































































































































































































Clodovil foi um dos pilares da "alta-costura brasileira"



































































































































































Clodovil foi um dos pilares da "alta-costura brasileira"


Clodovil Hernandes

(Elisiário, 17 de junho de 1937 — Brasília, 17 de março de 2009)

Nasceu em 17 de junho de 1937 numa pequenina cidade do Estado de São Paulo.Levando-se em conta o vasto território do Brasil esta cidadezinha chamada Elisiário representa quase nada numa visão topográfica.
Lá nasceu o artista e de lá saiu para o encontro com o sucesso na capital de maior arrecadação econômica do país: São Paulo, que é capital do Estado de mesmo nome.
Clodovil é filho adotivo de pais de origem espanhola.
Nunca conheceu seus verdadeiros pais.
Mescla entre a realidade e a magia um suposto único contato com a senhora que o gerou, que para os menos avisados não passaria de um sonho.
Foi educado em colégio interno por padres católicos.
Formou-se professor.
Formou-se o estilista que soube entender que a moda não tem fronteiras a despeito de saber que o Brasil tem direito à sua moda no conceito do panorama mundial.
Alma em constante alternância soube sempre que poderia ir além.
Tornou-se comunicador com características próprias e muito pessoais.
Virou moda também na televisão e manteve por anos seguidos programas como apresentador levando ao povo brasileiro a consciência estética que não obrigatoriamente deve depender de condição econômica.
Colecionou durante estes anos um sem número de cartas de pessoas das mais distantes regiões deste enorme território pedindo orientação especialmente em Moda.
Espalhou noções de educação via história da moda para quem solicitasse independente de credo ou cultura.
Embora continuando com sua carreira na Alta Costura, socializou a moda tornando-a accessível e viável.
Fez vários shows em Casas Noturnas e Teatro.
Tornou-se ator de grande sucesso nas peças que encenou.
Foi premiado figurinista de Teatro.
Falava francês, espanhol e seu idioma de origem, o português.

Consagrado como estilista nos anos 60 e 70, foi convidado a trabalhar na televisão, onde também virou moda, permanecendo por mais de quarenta anos; foi apresentador de inúmeros programas em diversas emissoras.
Lançou-se deputado federal nas eleições de 2006 e tornou-se o terceiro deputado federal mais votado do País, com 493.951 votos ou 2.43% os votos válidos. Desconversava quando indagado sobre candidatar-se à Prefeitura de São Paulo .
Foi conhecido principalmente pela postura de polemizador e por declarações consideradas impróprias ou indelicadas, muitas vezes dirigidas a outras personalidades famosas. Entre outras polêmicas, estão acusações de racismo e antissemitismo.